Cinderela no país das Maravilhas

A fine WordPress.com site

Rascunhos

Escrita por aí. No velho e pouco utilizado Blog. Textos de dor, tristeza e desejo de finitude. Há um outro caderno além deste. Isto é a convalescença de quê?!

Depressão reactiva a condições externas que causam frustração – este é há algum tempo o discurso preferido da médica.

Seja o que for, porque é que não consigo agir o mínimo para um dia-a-dia, senão normal (porque isso não existe), então pelo menos um pouquinho saudável.

Há um mês inteiro que a minha alimentação é terrível – não falta calorias e fibra mas provavelmente já estarei em déficit de vitaminas. Assim também me sinto mais cansada – sem vontade de sair ou fazer algo.

Gatos, TV, bidé. todos os dias espreito facebook e mail – interação que é útil em termos de informação e curiosidade da vida alheia mas que…até hoje nada me trouxe de bom.

Não posso hesitar mais. Não posso não saber o que fazer mais. No que toca a atividades.

E vai ter mesmo de ser sozinha.

Advertisements
Leave a comment »

Depressão versão número mil

Estou farta, cansada, triste. Quero uma vida normal. É quase inacreditável os esforços que faço há anos para que tal seja possível. E nunca é. Ou talvez seja a depressão a falar. A psiquiatra pensa que o estado atual sou eu, apenas um pouco triste. Mas quero mudança ou calar-me para sempre. Procurar tratamentos inovadores na internet. Ketamina. Falo sério. A irmã diz “Tá louca??!! – para tanta loucura porque não um tratamento louco.

Inverti de novo os sonos. Totalmente. Pelo menos assim não tenho de me confrontar com o não conseguir sair de casa.

Tenho de tentar ver as coisas por outra perspetiva – a bipolar é uma doença psiquiátrica extremamente grave. Esqueço-me. Li-o outra vez.

Antes de ser diagnosticada repudiava casamentos, filhos, vida caseira tradicional. Não sabia bem o que queria mas muito do que não queria.

Até há pouco tempo partilhava sempre com alegria o sucesso e felicidade dos amigos ou próximos. Isso está a ser substituído por uma revolta calada, envergonhada.

Normalidade? A sociedade portuguesa tem solução para ti – encaminhada para um curso de costura. E tento levar isto a sério, ver a dignidade, etc e acabo a chorar a cântaros.

O melhor amigo foi desaparecendo. Entre assoberbado pelo trabalho, semi depressão  invernal e cansaço dos meus queixumes, ausentou-se.

Todos os dias choro.

Leave a comment »

Outubro 2011

Hoje foi possível ser social sem esforço porque pela primeira vez nestes dias dormi mais de 4, 5 horas.
A mãe ontem vaticinou “sabes o que te está a acontecer, não sabes? ”
O stress – esse inimigo de toda a gente. A mim leva-me à euforia ou à depressão.

Leave a comment »